Devo incluir comida vegetariana no meu cardápio?

Devo incluir comida vegetariana no meu cardápio?

Comida vegetariana não é uma novidade! Há tempos, os donos de restaurantes se deparam com a demanda dos consumidores que, por algum motivo, não consomem carnes ou derivados de origem animal.

O que vem mudando de forma muito rápida é o número de pessoas adeptas deste tipo de alimentação, seja ela vegana ou vegetariana. Segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), nos últimos seis anos o número de vegetarianos cresceu 75% no Brasil.

Com estatísticas que mostram um crescente aumento dessa parcela de brasileiros – cerca de 14% da população –  é importante definir estratégias que incluam esse público.

Mesmo que não seja esse o foco do seu restaurante, é possível encontrar soluções que atendam essas necessidades para vender mais e não perder clientes “convencionais”.

Comida vegetariana: o mercado pede

Estudos como os da Unilever Food Solutions indicam que nos próximos anos as tendências alimentares estão mais propensas a um viés saudável, consciente e sustentável.

Isso indica que marcas e empresas da área, assim como os food services (sejam restaurantes, bares ou cafés) precisam se adequar se quiserem ser bem posicionados no mercado, tanto em relação às vendas como quanto a credibilidade com o consumidor.

Público alvo x público potencial

Se você tem um restaurante cujo foco não é este tipo de alimentação, como uma churrascaria, por exemplo, já é de se esperar que as opções sejam menores, ou não seja sua intenção atingir vegetarianos.

No entanto, sabemos que dificilmente alguém sai para comer sozinho e que geralmente os grupos, sejam eles de familiares, amigos ou até corporativos, possuem uma diversidade de preferências e restrições.

Pensando nisso, mesmo que seu público alvo não sejam os vegetarianos, se você elimina completamente a possibilidade de clientes com esse perfil em seu restaurante, logo, pode deixar de ser uma opção mesmo para o público que consome carnes e derivados.

Como incluir comida vegetariana no cardápio?

Você não precisa abrir mão da sua identidade para atender às demandas deste público. Pelo contrário, incluir comida vegetariana em seu cardápio pode ser mais fácil do que parece.

Avalie seu menu e faça um balanço do estoque para identificar produtos e ingredientes que já são comuns em sua cozinha para simplificar esses preparos.

Muitas vezes, pequenas alterações como a troca de um caldo de carne por caldo de legumes, por exemplo, pode transformar uma opção convencional em uma opção vegana em self services.

É importante considerar, também, que mesmo não sendo necessariamente o seu target, os vegetarianos gostam de comer bem como quaisquer outros clientes. Por isso, pense em pratos gostosos, saborosos e bem pensados.

Comida vegetariana de qualidade

Muitos estabelecimentos criam opções vegetarianas simples demais ou, sem sabor, somente para cumprirem esse requisito, o que pode ser uma jogada equivocada e gerar um retorno negativo do público.

Caso não consiga chegar em uma boa alternativa de comida vegetariana sozinho, considere a contratação de um profissional para te ajudar. Hoje já existem muitos chefs especializados em comida vegetariana, ou mesmo chefs tradicionais que podem te ajudar nesse momento.

Vegetariano, ovolactovegetariano e vegano, você sabe a diferença?

Antes de incluir opções de comida vegetariana em seu cardápio, é preciso saber a diferença entre vegetariano, ovolactovegetariano e vegano para oferecer opções sem erro!

Veganos

Quando falamos em vegano, estamos tratando de pessoas que levam um estilo de vida que exclui qualquer produto ou serviço no qual são usados insumos animais e seus derivados, o que inclui desde a comida até as roupas e demais itens do dia a dia.

Vegetarianos Estritos

Já o vegetariano, não consome nenhum produto de origem animal em sua alimentação, mas, não necessariamente faz restrições aos outros aspectos de consumo que um vegano faz.

Ovolactovegetarianos

Por outro lado, o ovolactovegetariano não consome carnes, mas pode consumir leite, ovos, mel e seus derivados na alimentação. Para atender a qualquer um dos 3 grupos, é importante não misturar seu preparo com carnes e derivados, como chapas individuais, etc.

Aumentando seu público com comida vegetariana

Sabendo de tudo isso, muitas vezes, é mais fácil adicionar a comida vegetariana, que atende aos veganos e ovolactos, do que somente a ovolacto.

Dessa forma, você pode atender aos três interesses e ainda inclui grupos que não consomem leites e derivados por restrições de saúde como intolerância ou alergias.

Neste último caso, a produção precisa ser extremamente cautelosa e separada para que não haja contaminação cruzada. Assim, antes de oferecer essa opção, é recomendado procurar especialistas para se certificar de que tudo está dentro das normas.

De toda forma, vale a pena considerar a comida vegetariana em seu restaurante. Seja para acompanhar o mercado, seja para atingir um público ainda maior ou para não perder seu público convencional que preza pela companhia de pessoas vegetarianas do seu grupo.

Gostou deste conteúdo ou ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário e conheça mais sobre gestão de food services aqui em nosso blog.

E se você quer conhecer as melhores soluções em automação para bares e restaurantes, entre em contato com o time de especialistas F-Rest

Banner E-book F-Rest

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas e guias gratuitos para o seu restaurante

Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail nossas novidades, guias especiais e dicas úteis para o crescimento do seu Food Service.
Bitnami